Remova versões redundantes antigas do navegador Chrome do seu computador



Atualizado em June 2024: Pare de receber mensagens de erro que tornam seu sistema mais lento, utilizando nossa ferramenta de otimização. Faça o download agora neste link aqui.
  1. Faça o download e instale a ferramenta de reparo aqui..
  2. Deixe o software escanear seu computador.
  3. A ferramenta irá então reparar seu computador.


Quando você atualiza seu navegador do Google Chrome para a versão mais recente, usando seu módulo atualizador, os arquivos antigos da versão anterior são sempre deixados para trás no disco. Isto porque, se pretender fazer retroceder o Chrome para a sua versão anterior, estes ficheiros antigos tornam possível fazê-lo.

Mas, na maioria dos casos, não precisamos de voltar atrás. Se tem a certeza de que não vai precisar de reverter o seu Chrome para a sua versão anterior, pode remover estes ficheiros duplicados em segurança. No processo poderá poupar cerca de 83 MB de espaço em disco.

Para o fazer, primeiro, através das suas Opções de Pasta, active a apresentação de pastas ocultas. Tendo feito isso, navegue para o seguinte local usando seu Windows Explorer:

C:UsersUsernameAppDataLocalGoogleChromeApplication

Aqui você verá duas pastas com números. Estas são as pastas que contêm ficheiros para essa versão específica do Chrome. Pode apagar com segurança a versão mais antiga – que obviamente tem o menor número. Adicionalmente verá também um
old_chrome.exe

arquivo. Apague-o também.

Há também uma ferramenta disponível que remove esses arquivos antigos automaticamente.

O OldChromeRemover é um programa de console simples que faz o trabalho facilmente. Ele basicamente verifica se há versões redundantes do Google Chrome deixadas para trás pelo atualizador Chrome e remove todas, exceto a versão mais recente, quando solicitado pelo usuário. Ele suporta Chrome ‘Canário’ construções também.

Isso permitirá que você libere espaço valioso em disco.



RECOMENDADO: Clique aqui para solucionar erros do Windows e otimizar o desempenho do sistema

Leave a Comment